Enem 2010 - (cancelado)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Enem 2010 - (cancelado)

Mensagem  Geisa em Qua Ago 10, 2011 3:18 pm

1. O texto a seguir é um trecho de uma conversa por meio de um programa de computador que permite comunicação direta pela Internet em tempo real, como o MSN Messenger. Esse tipo de conversa, embora escrita, apresenta muitas características da linguagem falada, segundo alguns linguistas. Uma delas é a interação ao vivo e imediata, que permite ao interlocutor conhecer, quase instantaneamente,a reação do outro, por meio de suas respostas e dos famosos emotícons (que podem ser definidos como "ícones que demonstram emoção").

João diz: oi
Pedro diz: blz?
João diz: na paz e vc?
Pedro diz: tudo trank
João diz: oq vc ta fazendo?
[...]
Pedro diz: tenho q sair agora ...
João diz: flw
Pedro diz: vlw, abc

Para que a comunicação, como no MSN se dê em tempo real, é necessário que a escrita das informações seja rápida, o que é feito por meio de:

(A) frases completas, escritas cuidadosamente com acentos e letras maiúsculas (como "Qgvc ta fazendo?").
(B) frases curtas e simples (como "tudo trank") com abreviaturas padronizadas pelo uso (como-"vc" - você- "vlw" -valeu!).
(C) uso de reticências no final da frase, para que não se tenha que escrever o resto da informação.
(D) estruturas coordenadas, como "na paz e vc".
(E) flexão verbal rica e substituição de dígrafos consonantais por consoantes simples ("qu" por "k").

2. A maioria das declarações do imposto de renda é realizada pela Internet, o que garante maior eficiência e rapidez no processamento das informações. Os serviços oferecidos pelo governo via Internet visam

(A) gerar mais despesas aos cofres públicos.
(B) criar mais burocracia no relacionamento com o cidadão,
(C) facilitar e agilizar os serviços disponíveis.
(D) vigiar e controlar os atos dos cidadãos ..
(E) definir uma política que privilegia a alta sociedade.

3. Iscute o que tô dizendo,
Seu dotô, seu coroné:
De fome tão padecendo
Meus fio e minha muié.
Sem briga, questão nem guerra,
Meça desta grande terra
Umas tarefa pra eu!'
Tenha pena do agregado
Não me dêxe deserdado

PATATIVA DO ASSARÉ. A terra é naturá. In: Cordéis e outros poemas.
Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2008 (fragmento).

A partir da análise da linguagem utilizada no poema, infere-se que o eu lírico revela-se como falante de uma variedade linguística específica. Esse falante, em seu grupo social, é identificado como um falante:

(A) escolarizado proveniente de uma metrópole.
(B) sertanejo morador de uma área rural.
(C) idoso que habita uma comunidade urbana.
(D) escolarizado que habita uma comunidade do interior do país.
(E) estrangeiro que imigrou para uma comunidade do sul do país.

4. Vera, Sílvia e Emília saíram para passear pela chácara com Irene.
- A senhora tem um jardim deslumbrante, dona Irene!- comenta Sílvia, maravilhada diante dos
canteiros de rosas e hortênsias.
- Para começar, deixe o "senhora" de lado e esqueça o "dona" também - diz Irene, sorrindo. - Já é um custo aguentar a Vera me chamando de "tia" o tempo todo. Meu nome é Irene.
Todas sorriem. Irene prossegue:
- Agradeço os elogios para o jardim, só que você vai ter de fazê-los para a Eulália, que é quem cuida das flores.
Eu sou um fracasso na jardinagem.

BAGNO; M. A língua de Eulália: Novela Sociolinguística. São Paulo:Contexto, 2003 (adaptado).

Na língua portuguesa, a escolha por "você" ou "senhor (a)" denota o grau de liberdade ou de respeito que deve haver entre os interlocutores. No diálogo apresentado acima, observa-se o emprego dessas formas. A personagem Sílvia emprega a forma "senhora" ao se referir à Irene. Na situação apresentada no texto, o emprego de "senhora" ao se referir à interlocutora ocorre porque Sílvia

(A) pensa que Irene é a jardineira da casa.
(B) acredita que Irene gosta de todos que a visitam.
(C) observa que Irene e Eulália são pessoas que vivem em área rural.
(D) deseja expressar por meio de sua fala o fato de sua família conhecer Irene.
(E) considera que Irene é uma pessoa mais velha, com a qual não tem intimidade.

5. A escrita é uma das formas de expressão que as pessoas utilizam para comunicar algo e tem várias finalidades: informar, entreter, convencer, divulgar, descrever. Assim, o conhecimento acerca das variedades linguísticas sociais, regionais e de registro torna-se necessário para que se use a língua nas mais diversas situações comunicativas.

Considerando as informações acima, imagine que você está à procura de um emprego e encontrou duas empresas que precisam de novos funcionários. Uma delas exige uma carta
de solicitação de emprego. Ao redigi-Ia, você

(A) fará uso da linguagem metafórica.
(B) apresentará elementos não verbais.
(C) utilizará o registro informal.
(D) evidenciará a norma padrão.
(E) fará uso de gírias.

6. Páris, filho do rei de Tróia, raptou Helena, mulher de um rei grego. Isso provocou um sangrento conflito de dez anos entre os séculos XIII e XII a. C. Foi o primeiro choque entre o ocidente e o oriente. Mas os gregos conseguiram enganar os troianos. Deixaram à porta de seus muros fortificados um imenso cavalo de madeira. Os troianos, felizes com o presente, puseram-no para dentro. À noite, os soldados gregos, que estavam escondidos no cavalo,
saíram e abriram as portas da fortaleza para a invasão. Daí surgiu a expressão "presente de grego".

DUARTE, Marcelo, O guia dos curiosos, São Paulo: Companhia das Letras, 1995,

Em "puseram-no", a forma pronominal "no" refere-se
(A) ao termo "rei grego".
(B) ao antecedente "gregos".
(C) ao antecedente distante "choque".
(D) à expressão "muros fortificados".
(E) aos termos "presente" e "cavalo de madeira".

7. Cada um dos três séculos anteriores foi dominado por uma única tecnologia. O século XVIII foi a época dos grandes sistemas mecânicos que acompanharam a Revolução Industrial. O século XIX foi a era das máquinas a vapor. As principais conquistas do século XX se deram no campo da aquisição, do processamento e da distribuição de informações. Entre outros desenvolvimentos, vimos a instalação das redes de telefonia em escala mundial, a invenção do rádio e da televisão, o nascimento e crescimento sem precedentes da indústria de informática
e o lançamento de satélites de comunicação.

TANEMBAUM, Andrew S, Redes de computadores, Rio de Janeiro: Elsevier, 2003,

A fusão dos computadores e das comunicações teve profunda influência na organização da sociedade, conforme se verifica pela afirmação:

(A) A abrangência da Internet não impactou a sociedade como a revolução industrial.
(B) O telefone celular mudou o comportamento social, mas não impactou na disponibilidade de informações.
(C) A invenção do rádio foi possível com o lançamento de satélites que,proporcionam a transposição de fronteiras.
(D) A televisão não atingiu toda a sociedade devido ao alto custo de implantação e disseminação.
(E) As redes de computadores, nos quais os trabalhos são realizados por grande número de computadores separados, mas interconectados, promoveram a aproximação das pessoas.

8. Dario vinha apressado, guarda-chuva no braço esquerdo e, assim que dobrou a esquina, diminuiu o passo até parar, encostando-se à parede de uma casa. Por ela escorregando,sentou-se na calçada, ainda úmida da chuva, e descansou na pedra o cachimbo.
Dois ou três passantes rodearam-no e indagaram se não se sentia bem. Dario abriu a boca, moveu os lábios, não se ouviu resposta. O senhor gordo, de branco, sugeriu que devia sofrer de ataque.

TREVISAN, D, Uma vela para Daria, Cemitério de Elefantes, Rio de
Janeiro: Civilização Brasileira, 1964 (adaptado),

No texto, um acontecimento é narrado em linguagem literária.
Esse mesmo fato, se relatado em versão jornalística, com características de notícia, seria identificado em:

(A) Aí, amigão, fui diminuindo o passo e tentei me apoiar no guarda-chuva ... mas não deu. Encostei na parede e fui escorregando. Foi mal, cara! Perdi os sentidos ali mesmo. Um povo que passava falou comigo e tentou me socorrer. E eu, ali, estatelado, sem conseguir falar nada! Cruzes! Que mal!
(B) O representante comercial Dario Ferreira, 43 anos, não resistiu e caiu na calçada da Rua da Abolição, quase esquina com a Padre Vieira, no centro da cidade, ontem por volta do meio-dia. O homem ainda tentou apoiar-se no guarda-chuva que trazia, mas não conseguiu. Aos populares que tentaram socorrê-Ia não conseguiu dar qualquer informação.
(C) Eu logo vi que podia se tratar de um ataque. Eu vinha logo atrás. O homem, todo aprumado, de guarda-chuva no braço e cachimbo na boca, dobrou a esquina e foi diminuindo o passo até se sentar no chão da calçada. Algumas pessoas que passavam pararam para ajudar, mas ele nem conseguia falar.
(D) Vítima
Idade: entre 40 e 45 anos
Sexo: masculino
Cor: branca
Ocorrência: Encontrado desacordado na Rua da Abolição, quase esquina com Padre Vieira. Ambulância chamada às 12h34min por homem desconhecido. A caminho.
(E) Pronto socorro? Por favor,tem um homem caído na calçada da rua da Abolição, quase esquina com a Padre Vieira. Ele parece desmaiado. Tem um grupo de pessoas em volta dele. Mas parece que ninguém aqui pode ajudar. Ele precisa de uma ambulância rápido. Por favor, venham logo!

9. O convívio com outras pessoas e os padrões sociais estabelecidos moldam a imagem corporal na mente das pessoas. A imagem corporal idealizada pelos pais, pela mídia, pelos grupos sociais e pelas próprias pessoas desencadeia comportamentos estereotipados que podem comprometer a saúde. A busca pela imagem corporal perfeita tem levado muitas pessoas a procurar alternativas ilegais e até mesmo nocivas à saúde.

Revista Corpoconsciência. FEFISA,v. 10, n° 2, Santo André,jul./dez. 2006, (adaptado).

A imagem corporal tem recebido grande destaque e valorização na sociedade atual. Como consequência,

(A) a ênfase na magreza tem levado muitas mulheres a depreciar sua autoimagem, apresentando insatisfação crescente com o corpo,
(B) as pessoas adquirem a liberdade para desenvolver seus corpos de acordo com critérios estéticos que elas mesmas criam e que recebem pouca influência do meio em que vivem.
(C) a modelagem corporal é um processo em que o indivíduo observa o comportamento de outros,sem, contudo, imitá-Ias.
(D) o culto ao corpo produz uma busca incansável, trilhada por meio de árdua rotina de exercícios, com pouco interesse no aperfeiçoamento estético.
(E) o corpo tornou-se um objeto de consumo importante para as pessoas criarem padrões de beleza que valorizam a raça à qual pertencem.

10. Em , que a cinemateca lança nesta semana nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, a dor maior e a violência verdadeira vêm dos demônios de La Motta - que fizeram dele tanto um astro no ringue como um homem fadado à destruição. Dirigida como um senso vertiginoso do destino de seu personagem, essa obra-prima de Martin Scorcese é daqueles filmes que falam à perfeição de seu tema (o boxe) para então transcendê-Io e tratar do que importa: aquilo que faz dos seres humanos apenas isso mesmo, humanos e tremendamente imperfeitos.

Revista Veja. 18 tev., 2009 (adaptado).

Ao escolher este gênero textual, o produtor do texto objetivou
(A) construir uma apreciação irônica do filme.
(B) evidenciar argumentos contrários ao filme de Scorcese.
(C) elaborar uma narrativa com descrição de tipos literários.
(D) apresentar ao leitor um painel da obra e se posicionar criticamente.
(E) afirmar que o filme transcende o seu objetivo inicial e, por isso, perde sua qualidade.

11. Cada vez mais, as pessoas trabalham e administram serviços de suas casas, como mostra a pesquisa realizada em 1993 pela Fundação Europeia para a Melhoria da Qualidade de Vida e Ambiente de Trabalho. Por conseguinte, a 'centralidade da casa' é uma tendência importante da nova sociedade. Porém, não significa o fim da cidade, pois locais de trabalho, escolas, complexos médicos, postos de atendimento ao consumidor, áreas recreativas, ruas comerciais, shopping centers, estádios de esportes e parques ainda existem e continuarão existindo. E as pessoas deslocar-se-ão entre todos esses lugares com mobilidade crescente, exatamente devido à flexibilidade recém-conquistada pelos sistemas de trabalho e integração social em redes: como o tempo fica mais flexível, os lugares tornam-se mais singulares à medida que as pessoas circulam entre elas em um padrão cada vez mais móvel.

CASTELLS, M. A Sociedade em rede. V.1. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

As tecnologias de informação e comunicação têm a capacidade de modificar, inclusive, a forma das pessoas trabalharem. De acordo com o proposto pelo autor

(A) a 'centralidade da casa' tende a concentrar as pessoas em suas casas e, consequentemente, reduzir a circulação das pessoas nas áreas comuns da cidade, como ruas comerciais e shopping centers.
(B) as pessoas irão se deslocar por diversos lugares, com mobilidade crescente, propiciada pela flexibilidade recém conquistada pelos sistemas de trabalho e pela integração social em redes.
(C) cada vez mais as pessoas trabalham e administram serviços de suas casas, tendência que deve diminuir com o passar dos anos.
(D) o deslocamento das pessoas entre diversos lugares é um dos fatores causadores do estresse nos grandes centros urbanos.
(E) o fim da cidade será uma das consequências inevitáveis da mobilidade crescente.

12. Som de preto

O nosso som não tem idade, não tem raça
E não tem cor.
Mas a sociedade pra gente não dá valor.
Só querem nos criticar, pensam que somos animais.
Se existia o lado ruim, hoje não existe mais,
porque o 'funkeiro' de hoje em dia caiu na real.
Essa história de 'porrada', isso é coisa banal
Agora pare e pense, se liga na 'responsa':
se ontem foi a tempestade, hoje vira a bonança.
É som de preto
De favelado
Mas quando toca ninguém fica parado

Música de Mc's Amilcka e Chocolate. In: Dj Malboro. Bem funk. Rio de Janeiro, 2001 (adaptado)

À medida que vem ganhando espaço na mídia, o funk vem abandonando seu caráter local, associado às favelas e à criminalidade da cidade do Rio de Janeiro, tornando-se uma espécie de símbolo da marginalização das manifestações culturais das periferias em todo o Brasil. O verso que explicita essa marginalização é:

(A) "O nosso som não tem idade, não tem raça".
(B) "Mas a sociedade pra gente não dá valor".
(C) "Se existia o lado ruim, hoje não existe mais".
(D) "Agora pare e pense, se liga na 'responsa"'. .
(E) "se ontem foi a tempestade, hoje vira a bonança".

13. Cientistas da Grã-Bretanha anunciaram ter identificado o primeiro gene humano relacionado com o desenvolvimento da linguagem, o FOXP2. A descoberta pode ajudar os pesquisadores a compreender os misteriosos mecanismos do discurso - que é uma característica exclusiva dos seres humanos. O gene pode indicar porque e como as pessoas aprendem a se comunicar e a se expressar e porque algumas crianças têm disfunções nessa área. Segundo o professor
Anthony Monaco, do Centro Wellcome Trust de Genética Humana, de Oxford, além de ajudar a diagnosticar desordens de discurso, o estudo do gene vai possibilitar a descoberta de outros
genes com imperfeições. Dessa forma, o prosseguimento das investigações pode levar a
descobrir também esses genes associados e, assim, abrir uma possibilidade de curar todos os males relacionados à linguagem.

Disponível em: http:// www.bbc.co.uk. Acesso em: 4 maio 2009 (adaptado).

Para convencer o leitor da veracidade das informações contidas no texto, o autor recorre à estratégia de
(A) citar autoridade especialista no assunto em questão.
(B) destacar os cientistas da Grã-Bretanha.
(C) apresentar citações de diferentes fontes de divulgação científica.
(D) detalhar os procedimentos efetuados durante o processo da pesquisa.
(E) elencar as possíveis consequências positivas que a


Última edição por Geisa em Qua Ago 10, 2011 3:22 pm, editado 1 vez(es)

Geisa
Admin

Mensagens : 30
Data de inscrição : 25/07/2011

http://exercitandoportugues.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Gabarito

Mensagem  Geisa em Qua Ago 10, 2011 3:20 pm

1-B
2-C
3-B
4-E
5-D
6-E
7-E
8-B
9-A
10-D
11-B
12-B
13-A

Geisa
Admin

Mensagens : 30
Data de inscrição : 25/07/2011

http://exercitandoportugues.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum